Aprosoja/MS debate inovações técnicas com Bayer e Fundação MS

30/01/2021

Aprosoja/MS debate inovações técnicas com Bayer e Fundação MS

A equipe técnica da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso do Sul (Aprosoja/MS) e o presidente, André Dobashi, alinharam nesta sexta-feira (29) estratégias e inovações para a agricultura do estado, com representantes da multinacional Bayer e a diretoria da Fundação MS. Na ocasião a Associação apresentou todos os indicadores do projeto SIGA/MS em parceria com o governo estadual e a também resultados parciais de outros projetos em andamento, como o monitoramento de qualidade dos fertilizantes e características dos maquinários utilizados pelo agricultor sul-mato-grossense.

Na reunião também foram apresentadas novas variedades da Intacta 2 Xtend, a fim de atualizar técnicos e produtores sobre biotecnologias disponíveis no mercado, a favor de maiores produtividades.

“O papel da Aprosoja é entender a utilização de produtos e tecnologias, depois de validados por uma instituição de pesquisa, como a Fundação MS, Fundação Chapadão, Embrapa e outras instituições de pesquisa; para levar informações e sanar dúvidas do produtor, melhorando a utilização das mesmas. Um evento como esse vai capacitar os técnicos da Associação, que estão a campo, para que possam divulgar as tecnologias que já foram validadas pela Fundação MS, ajudando a trazer críticas construtivas por parte do produtor, para dentro da própria Fundação e da empresa que disponibiliza a tecnologia”, explica o presidente da Aprosoja/MS.

“A Bayer é uma parceira da Aprosoja praticamente desde a nossa criação, além disso, toda empresa que faz, divulga e desenvolve novos produtos, tecnologias e soluções para o agro, devem colocar essas ideias e produtos, dentro de uma fundação de pesquisa, como é o caso da Fundação MS, isso alinha mercado e ciência, a favor da produção eficaz”, completa Dobashi.

O RTV Soja da Bayer, Fabiano Adorno, apresentou a evolução biotecnológica da multinacional, sinalizando características desde a soja RR, Intacta 2 até a Intacta 2 Xtend. “A biotecnologia busca especificamente levar benefício para o produtor. A cada nova tecnologia o produtor tem os benefícios de manejos mais eficientes e cada vez ele alcança maiores produtividades”, confirma Adorno.

Para o presidente da Fundação MS, Luciano Muzzi, confirma a necessidade de se realizar trabalhos conjuntos entre as entidades representativas e corporações detentoras de alto nível de tecnologia como a Bayer. “A gente entende que a Fundação é o braço de pesquisa dos nossos mantenedores: Aprosoja/MS, Famasul e OCB. Entendemos também que o trabalho realizado pela Fundação MS, tem impacto muito grande na solução de problemas que os produtores têm no seu dia a dia, principalmente de soja de milho”, pontua.

“Todo o trabalho que a Fundação MS faz é realizado em parceria e, a Bayer é uma das nossas principais parceiras dos trabalhos de pesquisa, é extremamente importante essa união, porque com essa junção de esforços, conseguimos trazer mais opções para os produtores e soluções cada vez mais pertinentes. Temos a Aprosoja trabalhando para gerar os indicadores, números e o crescimento, a Fundação com a sua pesquisa aplicada e a Bayer com os produtos, serviços e toda tecnologia que vem aí”, finalizou Muzzi.

A reunião desta sexta-feira (29) ocorreu na sede da Fundação MS, em Maracaju.

Diego Silva/Agro Agência

Oppdaget feber eller alvorlige infeksjoner kan føre til tap av ansikt og en infisert eller inaktiv epidemien kjertel. Sift W, Shann F, Walker C et al. kjøp cialis uten resept Serumepiglottitt: en annen behandlingsfase.