NOTA

02/02/2017
NOTA

A portaria divulgada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (2), que declara “estado de emergência fitossanitária relativo ao risco de surto de helicoverpa armigera em Mato Grosso do Sul“, é resultado de demanda do setor produtivo feita para o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul ao Ministério da Agricultura e Abastecimento (MAPA).

Nos estados de Mato Grosso e Goiás, que fazem divisa com Mato Grosso do Sul, vários casos de helicoverpa armigera foram identificados e a situação é preocupante.

Em Mato Grosso do Sul a incidência da helicoverpa armigera é pontual, mas exige controle e prevenção. Sendo assim, para que haja controle nas áreas com incidência, evitando a manifestação descontrolada da praga, a portaria do MAPA dá a Mato Grosso do Sul poder para adotar ações necessárias de controle e prevenção de possível surto.

O objetivo, portanto, é evitar prejuízos às lavouras e danos econômicos, não só aos produtores rurais sul-mato-grossenses, como também aos cofres estaduais caso a população de helicoverpa armigera atinja níveis elevados.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Aprosoja/MS, Liana Feitosa.


Busque no site

Curta nosso Facebook

Siga-nos no Instagram: @aprosojams

Siga-nos no Twitter: @aprosojams

Aprosoja/MS 2016. Todos os direitos reservados