33% das exportações brasileiras foram para China

10/07/2017
33% das exportações brasileiras foram para China

A China foi o destino final de um terço de todo o volume exportado pelo agronegócio brasileiro no primeiro semestre do ano, com importações no total de  US$ 13 bilhões, uma alta de 21% sobre o mesmo período do ano passado. As exportações para o mercado chinês foram lideradas pela soja, produto que mais contribuiu para o aumento de 21% nas exportações brasileiras para o país asiático.

As vendas para a China representaram quase o dobro do volume exportado para a União Europeia, segundo principal cliente do agronegócio brasileiro no exterior. As exportações para os 28 países do bloco europeu somaram US$ 6,7 bilhões (queda de 5,8% em relação ao mesmo período de 2017) e responderam por 17% do total exportado pelo agronegócio brasileiro no primeiro semestre.

As exportações agricolas para os Estados Unidos tiveram um aumento de 6,3% para US$ 2,5 bilhões, o que fez do país o terceiro melhor mercado para os produtos agrícolas nacionais em todo o mundo. A participação americana nos embarques brasileiros foi da ordem de 6,5%.

Outros importantes mercados para os produtos agrícolas brasileiros foram a Arábia Saudita e o Irã, país que vem se consolidando como um dos principais importadores de produtos agrícolas brasileiros. O país árabe importou produtos no montante de US$ 1 bilhão (alta de 12,3% em relação ao primeiro semestre do ano passado e participação de 2,6% nas exportações) e o Irã, que aumentou suas compras em 29,2%, realizou importações no total de US$ 964 milhões, correspondentes a 2,5% do total exportado pelo agronegócio brasileiro nos seis primeiros meses do ano.

 

Fonte: Comex do Brasil


Busque no site

Curta nosso Facebook

Siga-nos no Instagram: @aprosojams

Siga-nos no Twitter: @aprosojams

Aprosoja/MS 2016. Todos os direitos reservados