Governador de MS assina convênio que amplia pesquisas sobre áreas agricultáveis

28/10/2019
Governador de MS assina convênio que amplia pesquisas sobre áreas agricultáveis

O Governador Reinaldo Azambuja assinou nesta segunda-feira (28) o convênio que libera R$ 1,8 milhão para o desenvolvimento de pesquisas ligadas à produção de soja em Mato Grosso do Sul. O recurso e as pesquisas serão administradas pela Fundação MS. Durante a cerimônia de assinatura, o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho (Aprosoja/MS), André Dobashi, valorizou ao chefe do executivo, as iniciativas que prezam pelo desenvolvimento da produção de grãos no Estado.

O convênio assinado viabilizará pesquisas nas 13 unidades de pesquisa da Fundação MS, que buscarão a validação de tecnologias. Os resultados das pesquisas prevê impacto já na safra em andamento de soja 2019/20 e também as safrinha do milho do próximo ano.

“É de grande valia o suporte à pesquisa, levando em consideração que ela é a base para o desenvolvimento agropecuário e socioeconômico. Mato Grosso do Sul se destaca pela união das entidades em prol de um bem coletivo. Essa parceria público-privado tem sido sinônimo de êxito e motivo de colheitas cada vez mais pujantes”, destaca o presidente da Aprosoja/MS, referindo-se ao apoio do Governo de MS, à ciência, via Fundect e Semagro.

O diretor-presidente da Fundação MS, Luciano Muzzi, agradeceu o apoio do setor público para a execução do projeto. “O recurso é muito importante para que a gente possa sempre trazer soluções tecnológicas para o crescimento e o desenvolvimento da agropecuária sul-mato-grossense. A pesquisa é a principal ferramenta para o aumento da produtividade com redução do custo de produção”.

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul), Maurício Saito, destacou a importância da atuação do Governo do Estado “no reconhecimento do trabalho que é realizado pela iniciativa privada”, assim como o “entendimento que o governador tem a respeito da ciência para o desenvolvimento do Estado”.

Diego Silva/Agro Agência e Assessoria


Busque no site

Curta nosso Facebook

Siga-nos no Instagram: @aprosojams

Siga-nos no Twitter: @aprosojams

Aprosoja/MS 2016. Todos os direitos reservados