Safra de grãos fica abaixo do esperado, mas área cresce

14/12/2017
Safra de grãos fica abaixo do esperado, mas área cresce

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) atualizou a estimativa para a colheita de grãos na safra 2017/2018, mantendo a previsão de que, em comparação ao último ciclo, a produção será menor, enquanto a área plantada será maior.

Técnicos da companhia confirmam uma colheita de 226,5 milhões de toneladas, ou seja, 4,7% inferior ao resultado de 237,7 milhões de toneladas em 2016/2017. Esta havia sido a maior marca já alcançada no País e já na época os analistas da Conab afirmavam que dificilmente se repetiria, já que fora alcançada graças a uma confluência de fatores, como excelentes condições climáticas.

Já a área total plantada pode chegar a 61,5 milhões de hectares, um aumento de 0,9% em comparação ao ano anterior. A alta é puxada pelo incremento da produção de feijão-preto, de algodão e, principalmente, de soja, cuja maior liquidez e rentabilidade motivou os agricultores a plantar cerca de 1 milhão de hectares a mais que na safra de 2016/2017. Mas a área destinada ao plantio do milho primeira safra deve diminuir 9,6% em todas as regiões.

Em baixa

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) também divulgou ontem suas projeções para 2018. Segundo os levantamentos, a safra de cereais, leguminosas e oleaginosas será 9,2% menor, chegando a 219,5 milhões de toneladas, ou seja, um volume inferior ao indicado pela Conab. Segundo o IBGE, entre os cinco principais produtos para a próxima safra, três devem apresentar quedas na produção: arroz em casca (-8%), milho em grão (-15,9%) e soja em grão (-5,9%). São esperadas altas na produção apenas de algodão herbáceo (4,5%) e de feijão em grão (4,1%). (ABr).

Fonte: GAZETA DO SUL


Busque no site

Curta nosso Facebook

Siga-nos no Instagram: @aprosojams

Siga-nos no Twitter: @aprosojams

Aprosoja/MS 2016. Todos os direitos reservados