Semeadura da soja caminha para seus momentos finais no Brasil

14/12/2017
Semeadura da soja caminha para seus momentos finais no Brasil

A sessão de hoje na CBOT se mostrou bem lenta, com ritmo de operações abaixo de uma média usual e com leves ganhos, após o relatório neutro do USDA. O banco de investimento Goldman Sachs está reafirmando sua posição altista para commodities e out- ras matérias-primas para 2018. A instituição financeira está prevendo retorno de 10% nas commodities e espera uma tendência altista nos preços baseado na expansão do Produto Interno Bruto de países emergentes.

A ARC acredita que fundos de hedging estarão se posicionando na compra nas commodities chaves do mercado no fim de 2017 e começo de 2018, o qual poderá incluir a soja em grão. No Brasil, o plantio da oleaginosa caminha para seus momentos finais. O norte do país e o Rio Grande do Sul são as regiões que ainda possuem área para ser plantada. Até esta semana, estimamos que 97% da área destinada à soja já foi semeada no Brasil. Apesar de um começo “atrasado”, estes momentos finais estão em acordo com 2016 e a média dos últimos 5 anos.

Clima- América do Sul

Os modelos climáticos atualizados trazem, novamente, a similar- idade nas leituras. As mesmas chuvas para o próximo fim de semana na Argentina e no Sul do Brasil são confirmadas nas previsões de hoje.

Começando no domingo, 17, uma rodada de precipitações acima dos 20mm chega pelo norte da província de Buenos Aires e se expande pelo centro da Argentina. As chuvas deverão chegar no Rio Grande do Sul por volta de terça-feira, 19, e deverão perdurar até o fim da próxima semana. Índices pluviométricos estes que são muito bem-vindos devido ao cenário árido que se estabeleceu sobre o Sul do Brasil e por quase toda a Argentina. A permanência deste padrão mais úmido ainda é incerta para tais regiões. No Centro-Oeste e Nordeste brasileiro, as chuvas continuam regulares, apenas com um intervalo breve nas precipitações para o MATOPIBA entre 19-23 de dezembro, se normalizando em seguida.

 

Fonte: AgResource Brasil


Busque no site

Curta nosso Facebook

Siga-nos no Instagram: @aprosojams

Siga-nos no Twitter: @aprosojams

Aprosoja/MS 2016. Todos os direitos reservados