Siga MS revisa estimativa para 10,1 milhões de toneladas de milho safrinha

28/06/2019
Siga MS revisa estimativa para 10,1 milhões de toneladas de milho safrinha

Passados 20 dias do início da colheita do milho safrinha em Mato Grosso do Sul, o Siga MS (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio) revisou a estimativa de produção para 10,127 milhões de toneladas na safra 2018/2019, o que representa aumento de 6% em relação a previsão anterior de 9,5 milhões de toneladas.

Conforme dados do Boletim Casa Rural, o início da colheita no Estado mostra números de produtividade melhores que o esperado, com médias que passam de 100 sacas por hectare. Considerando que 69% das lavouras efetuaram o plantio na janela ideal, com clima favorável para o desenvolvimento da safra, a produtividade também foi revisada em 6%, passando de 83 sc/ha para 88 sc/ha.

Presidente da Aprosoja/MS, Juliano Schmaedecke explica que os números são reflexo do planejamento e precisão dos produtores, que constantemente buscam por melhorias técnicas, aliando pesquisa e tecnologia. “Mato Grosso do Sul se consolida como o 3º maior produtor de milho safrinha do Brasil, correspondendo a 10% da produção nacional de milho 2ªsafra”, afirma o presidente.

Na comparação aos dados da safra 2017/2018, houve aumento de área plantada em 5,73%, passando de 1,814 milhão para 1,918 milhão de hectares e crescimento de 29,20% na expectativa de produção total, que foi de 7,838 milhões de toneladas na safra passada.

Os dados apontam para colheita de 5,7 da área plantada com milho no Estado, sendo a região norte a mais avançada, com em média de 11,1%, enquanto a região sul está com 5,2% e a região centro com 4,6% de média.  A área colhida até o momento, conforme estimativas do Projeto Siga/MS, é de aproximadamente de 109.326 de hectares.


Busque no site

Curta nosso Facebook

Siga-nos no Instagram: @aprosojams

Siga-nos no Twitter: @aprosojams

Aprosoja/MS 2016. Todos os direitos reservados